Sempre o caminho mais fácil.


Em breve será a ultima vez em que o verei. E eu que pensava que conhecia meus medos, descobri que nada no mundo, me assusta tanto, quanto a ideia de nunca mais vê-lo. Essa maldita ideia de passar o resto da vida sem poder olha-lo distraído no outro canto da sala. Eu quase odeio o universo todos os dias, por te-lo afastado de mim, mas sempre me lembro que foi ele quem decidiu partir.

Ele tinha um único motivo pra ficar, que devia ser suficiente. Tinha mais do que a maioria das pessoas têm. Amor. Desses que não acontecem duas vezes na vida de alguém. Do tipo pelo qual se vale a pena lutar, mas ele preferiu ir embora. Era mais fácil partir. Ele sempre toma a bebida mais forte e o caminho mais fácil. Eu podia dizer que ele nunca foi sincero, mas sei que aonde quer que ele esteja agora, ele lamenta.

Mesmo assim ele não merece saber. Não merece nenhuma das cartas ou noites em claro. Nenhuma das garrafas que esvaziei ou das fotos que queimei. Ele ainda tem a mim, mas não merece saber.

Comentários