12 de junho de 2017

O espetáculo acabou



Doeu em cada pedacinho do corpo, dilacerou de dentro pra fora sem chance de conserto. Feriu como nunca imaginei que fosse capaz, quando ele se virou e beijou outra pessoa, bem diante dos meus olhos, há menos de um metro, há menos de um mês de ter me jurado amor. Foi como cair 1000 metros e bater o corpo todo no chão em um segundo. Exatamente no pior momento, quando eu mais precisei dele, quando ele era a unica pessoa que podia me entender e me proteger.

Ele foi fundo na vingança, um ego ferido e a falta de amor que o habitam me machucaram como eu nunca esperei. De todas as mãos que segurei, a dele era a única que eu nunca acreditei que me soltaria. Foi a que me empurrou direto pro chão, quando eu mais precisei de segurança. O seu teatro me convenceu por tempo demais, mas não convence mais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário