27 de dezembro de 2013

Meu lar.


Queria sair do meu corpo e te visitar só pra saber como você esta. Faz tanto tempo desde a última vez, que mal me lembro dos teus olhos castanhos. E de repente me deu vontade de te ver, só ver, ver como anda. De longe mesmo, sem que você perceba. Porque eu já aceitei que nós nunca daríamos certo, que não tínhamos motivo e que não temos solução. E que a melhor coisa que você me fez, foi ter ido embora. Mas eu ainda me lembro de tudo, tem coisas que eu ainda procuro e que só encontrei em você.

É que eu andei por muitos lugares, estive em muitos outros abraços e descobri que só contigo eu me sentia em casa. Você é meu lar, mesmo que não saiba, mesmo que não queira, mesmo que não se lembre ou que me odeie, você sempre será o meu lar. Você sempre será a pessoa em quem eu pensarei quando me perguntarem sobre amor, mesmo que eu nunca diga seu nome. Você sempre será o lugar pra onde eu desejaria voltar. A melhor época que vivi, os melhores dias de sol, as melhores canções. Você sempre será aquela parte da história em que a gente para, respira, sorri e continua...